Resenha

Poemas Rupestres, de Manoel de Barros

Olá, aventureiros!

No mês de julho tive contato com meu primeiro livro do Manoel de Barros: Poemas Rupestres. Que poemas lindos! Que poemas encantadores!

IMG_20160806_170201

Esse ano comemoramos o centenário do seu nascimento! Vamos conhecer um pouco do autor:

a-embriaguez-do-perfume-das-palavras-de-manoel-do-barros.html

Manoel de Barros nasceu em 19/12/1916, em Cuiabá, e faleceu em 2014, aos 97 anos. É considerado um dos maiores poetas brasileiros do século XX. Recebeu inúmeos prêmios, inclusive dois Prêmios Jabutis.

divisoria

  • Sobre Poemas Rupestres:

IMG_20160806_170153

Nessa obra, Manoel de Barros traz as lembranças de sua vida para os poemas, quando passou pelo Pantanal, Mato Grosso

Sua escrita é encantadora e profunda! Poemas Rupestres, publicado em 2004, é dividio em 3 partes:

  • Canção do ver
  • Desenhos de uma voz
  • Carnaval

 

Os peomas são curtos e tem muito a nos dizer. A leitura para mim foi um misto de emoções: reflexão, alegria e muitas risadas.

Trecho do primeiro poema: Canção do Ver – I.

Água não era ainda a palavra água.
Pedra não era ainda a palavra pedra.
E tal.
As palavras eram livres e
podiam ficar em qualquer posição.

 

Meu poema favorito é Os Dois. Me identifiquei muito!

IMG_20160806_170139

Ah… como eu amo poesia! Acalma a alma, acalenta, engrandece! Manoel de Barros já tem um lugar especial na lista dos meus poetas favoritos. =)

 

Beijinhos
Kelly Cominoti

 

Um comentário em “Poemas Rupestres, de Manoel de Barros”

Deixe uma resposta para danielavieira89 Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s