leia literatura nacional, Resenha

[RESENHA] O Segredo dos Abreviatos, de José Beffa

Olá, aventureiros!

Hoje é dia de indicação de um livro nacional: O Segredo dos Abreviatos, do escritor José Beffa!

Foto: Kelly Cominoti

Livro: O Segredo dos Abreviados (A Província dos Ursos de Vento)
Autor: José Beffa
Editora: Luva
Páginas: 270
Onde encontrar: https://amzn.to/2YigMzV
Instagram do autor: http://instagram.com/josebeffa

E se a vida na Terra estivesse correndo risco após diversas pandemias?

Em O Segredo dos Abreviatos, o leitor conhece uma sociedade distópica, onde a vida animal foi extinta por consequência de um vírus. Não há mais vida animal. Vegetais, grãos, legumes restaram em pouca quantidade, já que a prioridade era o cultivo do gado para produção da carne.

Não existia mais carne animal para o consumo. O que uma sociedade capitalista faria? As cinco maiores indústrias de alimentos de uniram e formaram o Mercalimento (Mercado do Alimento), onde o objetivo era uma nova produção de carne: a humana.

Os hábitos mudaram; a sociedade como um todo mudou. Era notória a falta de sentimentos. O ser humano foi ficando cada vez mais frio e vazio.

Nessa sociedade, mulheres só poderiam engravidar com autorização do governo, com pelo menos 6 meses de antecedência do planejamento. E é a partir deste fato que conhecemos Amanda e Matheus.

Amanda estava grávida. Matheus, seu esposo, estava com receio: nada foi planejado. Se a Polícia do Espelho e o Mercalimento descobrissem, a criança seria levado para o abate (palavra forte para falarmos de ser humano, não é?).

O leitor recebe muitas informações de um famoso jornalista, chamado Alexandre Reinaldo. São pelas notícias que conhecemos mais sobre o local, as pessoas e o governo. Porém, o governo perseguia a imprensa e, consequentemente, o jornal teve que fechar as portas e encerrar as atividades. Mas Alexandre promete que continuará enviando notícias aos terminais informativos das cidades. Estamos falando aqui de um governo totalitário.

Foto: Kelly Cominoti

Matheus trabalhava no setor de metalurgia. Lá, fica sabendo de um lugar onde ele e sua esposa poderiam ir para que seu filho nascesse com segurança: a Província dos Ursos de Vento. E ele parte nesta jornada repleta de perigos e perseguições e até se infiltra em terreno perigoso. Os Abreviatos seriam seu maior problema.

Em meio ao perigo, conhece o pequeno Luigi. Se ele fosse pego, viraria carne humana para consumo. Com receio e com instinto de proteção, Matheus decide ajudar o menino e acaba correndo sérios riscos.

Matheus, Amanda e Luigi partem em busca da Província dos Ursos de Vento. Em determinado momento, Luigi é raptado por um robô e acaba sendo levado para um local onde encontra outras crianças que, assim como ele, eram forçadas a trabalhar. Com muita garra, Luigi não se acomoda e faz de tudo para sair daquele lugar e se reencontrar com Amanda e Matheus.

O leitor acompanha essa longa jornada e fica apreensivo em vários momentos, principalmente quando os personagens estão em risco, até descobrir se conseguiram chegar ao destino ou não.

Uma história que reflete muito o que vivemos, que faz pensarmos sobre o consumo da carne e a forma que o ser humano trata o meio ambiente. O autor também levanta inúmeras críticas sociais e políticas, colocando elementos e personagens que causam inquietação por serem semelhantes à realidade. Uma distopia nacional para ler e se impressionar.

Um livro que me marcou positivamente e que recomendo demais a leitura.

Você pode conferir a resenha em vídeo aqui e a entrevista com o autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s